Jump to content
  • FORMAS DE POUPAR

    1. Finanças

      1. Créditos

        Créditos habitação, automóvel, pessoal, ao consumo e afins

        34.1k
        posts
      2. 15.5k
        posts
      3. Seguros

        Seguros de saúde, automóvel, vida, multi-riscos, acidentes pessoais e todos os outros

        1.5k
        posts
      4. 3k
        posts
      5. 4.9k
        posts
      6. 41.3k
        posts
      7. 71k
        posts
    2. Fiscalidade e Trabalho

      1. Impostos

        IRS, Segurança social, IMT, IMI e simuladores fiscais

        35.1k
        posts
      2. Segurança Social

        Subsídios, pensões, abonos e outras contribuições de carácter social

        1.6k
        posts
      3. 2.3k
        posts
      4. Trabalho por conta própria

        Trabalhadores independentes, ENIs e micro e pequenas empresas

        1.4k
        posts
      5. 4.3k
        posts
    3. Geral

      1. Apresentações

        Quem és, de onde vens e para onde vais?

        888
        posts
      2. Diversos

        Para falar de tudo o resto

        11.3k
        posts
    4. Fórum

      1. Regras

        Regras do fórum

        2
        posts
    • Member Statistics

      33,859
      Total Members
      3,174
      Most Online
      Jamesnob
      Newest Member
      Jamesnob
      Joined
    • Forum Statistics

      21,050
      Total Topics
      231,909
      Total Posts


    • Tópicos em Destaque

    • Tópicos Recentes

    • Posts

      • marcolopes
        Resposta da ERSE A minha resposta: Subject: Imposição da ERSE sobre alteração da opção tarifária Date: Wednesday, February 21, 2024 at 18:37 To: Provedor de Justiça <provedor@provedor-jus.pt> Cc: ERSE <erse@erse.pt>   Bom dia!   Parece-me pertinente remeter este assunto ao Provedor de Justiça, uma vez a justificação da ERSE relativamente a esta imposição não tem fundamento, pelo seguinte:   1) Para que a lógica apresentada pela ERSE fizesse sentido, a imposição deveria estar regulamentada através de DATA ESPECÍFICA (ex: a alteração do tipo de tarifa apenas pode ser efectuado uma vez por ano? e o pedido terá de ser efectuado até ao dia X, tornando-se efectivo no dia Y para TODOS os locais de consumo). Neste momento a imposição limita-se a bloquear a alteração durante 1 ANO após a data da alteração anterior... o que significa que, após UM ANO, CADA consumidor pode, em QUALQUER momento, pedir a alteração do TIPO de tarifa... o que na prática inviabiliza toda a lógica relativa ao "estudo da utilização da rede"   2) O FACTO da ERSE ter publicado uma alteração do REGULAMENTO em Julho de 2023 (https://diariodarepublica.pt/dr/detalhe/regulamento/827-2023-216305857) onde passou a permitir que a alteração de TIPO de tarifa fosse possível no momento da troca de comercializador, deixou antever que está ciente que a imposição existente é LESIVA para os interesses dos consumidores, nomeadamente na situação explicada por mim (quando existe a necessidade imperativa de troca de comercializador por motivos de MERCADO) e esse comercializador NÃO suporta o TIPO de tarifa contratada.   3) Não se compreende que esta alteração do REGULAMENTO tenha sido entretanto "revertida" a 31 de Outubro (https://diariodarepublica.pt/dr/detalhe/declaracao-retificacao/830-2023-223596742), voltando à redação anterior, SEM que tenha sido acomodada a possibilidade de alteração do TIPO de tarifa caso do comercializador de destino não suporte a tarifa contratada à data do pedido de alteração! Esta "excepção" faz todo o sentido, e a meu ver, não seria razão para fomentar qualquer tipo de "alteração a todo o momento" (pois trata-se de um caso muito específico que não resulta num "incentivo à alteração entre ciclos")   Pelo exposto, agradeço que o Provedor de Justiça analise esta situação, por forma a que esta imposição seja revista o quanto antes! O mercado de energia está cada vez mais dinâmico, seja através das constantes alterações das TAR, seja através das ofertas e promoções dos comercializadores, e não faz qualquer sentido que o consumidor seja altamente prejudicado ao manter o seu comercializador actual, apenas porque o comercializador para o qual deseja migrar não suporta o TIPO de tarifa que tem contratada!   Cumprimentos
      • joao267
        Eu actualmente, a nível de P2P tradicionais mantenho-me apenas em: Robocash - de todas as plataformas que estive, esta foi aquela onde tive melhor desempenho na sequência do pós-pandemia, o que me deu imensa confiança na plataforma, pelo que decidi manter-me nela GoParity - mais numa vertente de investimento sustentável/solidário. Neste momento encontro-me em redução, e no futuro apenas manterei uma parte residual em projectos de solar Na vertente imobiliária: Rendity - estou satisfeito com a plataforma e c/ o montante investido, não estando actualmente a reforçar EstateGuru - fui apanhado com o fracasso das operações na Alemanha e Finlândia, pelo que estou em redução/saída. Tenho muitos projectos em default e a recuperação é demorada  InRento - estou a experimentar esta plataforma que surgiu como evolução do EvoEstate. Para já apenas ainda a experimentar Já estive investido na Viainvest, mas após a pandemia resolvi sair. Depois quando introduziram a comissão por inactividade, acabei fechar a conta. Também ainda tenho cerca de 200€ pendurados na Mintos relativos ao grupo Varks, não sei se alguma vez os recuperarei... Portanto, caso te metas no P2P, avalia bem se o risco/benefício compensa para ti.   A malta do Mintos são uns trafulhas, a casa ganha sempre e os investidores é que se tramam...
      • marcolopes
        Entretanto aproveitei algum tempo para redigir um email para a ERSE para que esta imposição seja revista... aqui fica: Subject: Imposição da ERSE sobre alteração da opção tarifária Date: Tuesday, February 20, 2024 at 19:58 From: Marco Lopes [mailto:marcolopes] To: ERSE <erse@erse.pt> Cc: ERSE Consumidores <consumidores@erse.pt>   Bom dia! No passado mês de Janeiro, estive à conversa com a ERSE por via telefónica, mas não chegamos a qualquer conclusão sobre as razões da redacção do actual Regulamento das Relações Comerciais dos Setores Elétrico e do Gás, principalmente quando o mesmo foi actualizado em versão publicada a 28 de Julho de 2023 (https://diariodarepublica.pt/dr/detalhe/regulamento/827-2023-216305857) onde se pode ler no Artigo 51 - número 3 "Sem prejuízo do número anterior e dos n.os 4 e 5, no caso dos fornecimentos de energia elétrica e no caso dos clientes finais de gás com leitura diária e em que é utilizada uma das variáveis de faturação de capacidade, a opção tarifária tem a duração mínima de um ano, salvo se ocorrer uma mudança de comercializador com pedido de alteração tarifária." Esta alteração, que já pecava por tardia, e veio possibilitar que situações como aquela em que me encontro, deixassem de LESAR o consumidor, foi posteriormente revertida!!! Caso concreto: Tenho um contrato na Goldenergy com tarifa Bi-Horária, e deparei-me com a necessidade (por razão de enorme discrepância de preços) de migrar o meu contrato para a Plenitude, mas... a Plenitude NÃO dispõe deste tipo de TARIFA!!! (https://eniplenitude.pt/eletricidade/facil/). Ou seja, devido a esta imposição da ERSE, eu fiquei severamente prejudicado, não podendo optar por um comercializador com preços 25% INFERIORES ao meu comercializador actual! Se o objectivo desta imposição é evitar sobrecarregar o sistema com alterações de tarifa sazonais (?), tal não deveria interferir com a necessidade de mudança de comercializador, nomeadamente quando o mesmo não dispõe de todos os tipos de tarifa! Porque não uma redacção do género "Sem prejuízo do número anterior e dos n.os 4 e 5, no caso dos fornecimentos de energia elétrica e no caso dos clientes finais de gás com leitura diária e em que é utilizada uma das variáveis de faturação de capacidade, a opção tarifária tem a duração mínima de um ano, salvo se ocorrer uma mudança de comercializador com pedido de alteração tarifária motivado pela inexistência da opção tarifária em vigor." Assim sendo, agradeço que a ERSE repense novamente esta situação o quanto antes, por forma a NÃO impedir que o consumidor possa optar, como é seu direito, por um comercializador mais vantajoso, quando esse comercializador não disponibilizar a opção tarifária contratada no momento do pedido de mudança. Aguardo os vossos comentários, Cumprimentos, Marco Lopes
      • marcolopes
      • jcamba
        @marcolopespodes partilhar alguma situação que tenhas tido conhecimento? Eu ainda não recebi a 1ª fatura, mas deve estar para breve.
    • Popular Contributors

      1. 1
        JRJordao
        JRJordao
        7
      2. 2
        ruicarlov
        ruicarlov
        3
      3. 3
        andre611
        andre611
        3
      4. 4
        Vacuum
        Vacuum
        3
      5. 5
        jon.piu
        jon.piu
        2
    ×
    ×
    • Create New...